Se existisse uma máquina do tempo que permitisse trazer até aos nossos dias um qualquer famoso destilador de Whiskey como John Jameson ou Elijah Craig para que pudessem destilar de novo um pouco de uísque, provavelmente eles conseguiriam fazer isso sem muita dificuldade, a razão é que, apesar do enorme avanço tecnológico o design básico dos alambiques de lote seriam reconhecíveis por destiladores de à séculos atrás.


A destilação em Alambiques de Lote


Os alambiques de Lote são usados para fazer muitos das melhores bebidas espirituosas do mundo, como single Malte scotch Whiskey, conhaque, rum e a maioria dos mezcal. Embora os grandes alambiques de coluna industrial produzam a maior parte do álcool na Terra, o Alambique de Lote é ainda altamente confiável e permanece ainda o rei em muitos importantes círculos.

A base da destilação em lote, são os alambiques de caldeira, isto significa que uma determinada quantidade de líquido vai para o alambique e é destilado, de seguida os resíduos são despejados e o alambique é limpo para que se inicie de novo todo o processo.
O alambique pode ser aquecido de várias formas, contudo as mais usuais são com uma serpentina de vapor no interior do alambique, ou através de fogo direto em que um queimador é colocado por baixo do alambique, muito comum na produção de conhaque, muitos destiladores escoceses preferem este método.
À medida que o líquido aquece, os elementos voláteis começam a vaporizar e a subir em direção ao capacete do alambique , muitas vezes chamado de pescoço de cisne, o capacete pode ser de diversas formas mas a mais comum é a forma bulbosa que fornece mais área de contacto para os vapores interagirem com o cobre e aumentando também assim o refluxo, evitando que alguns compostos se evaporem prematuramente e que caiam de novo no alambique, este refluxo reduz a quantidade de compostos e sabor mais pesados nas bebidas e produz um destilado mais limpo.


Em alguns modelos, pode ser instalado um dispositivo denominado deflegmador, que não é mais que um resfriador simples usado para que os vapores condensem de novo no alambique, aumentando a quantidade de refluxo no alambique. Do capacete os vapores passam para o cano de ligação até ao condensador, quando os vapores quentes chegam ao condensador, eles encontram serpentinas ou tubos de cobre frios, o condensador é arrefecido geralmente por água fria que entra pela parte inferior e sai por cima, neste percurso ascendente a água fria vai apanhando os vapores que entram pela parte de cima do condensador, fazendo com que os vapores sejam condensados e passem para o estado líquido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial
pt_PTPortuguese